Precisamos falar do perigo que é o “Emprego dos Sonhos”

Precisamos falar do perigo que é o “Emprego dos Sonhos”

Um dos aspectos mais comuns da vida de estudante é aquele momento no qual você sonha com o “emprego ideal”. Pode ser numa empresa que você admira ou um cargo que você adoraria exercer, mas provavelmente cada um aqui já teve o sonho de desempenhar determinada função em determinada empresa e ficou traçando metas e planos para que pudesse chegar lá.

Existem, porém, algumas verdades que precisam ser ditas para que você pelo menos pondere esse tipo de comportamento:

  1. Provavelmente você só está pensando nas coisas boas que esse emprego vai trazer e ignorando o monte de coisas não tão agradáveis que estarão no dia a dia do cargo;
  2. Ao focar em apenas uma coisa, você perde todas as demais oportunidades.
Ao focar nas escadas previamente pensadas você perde todas as demais oportunidades que o mundo tem a oferecer

A primeira é o menor dos problemas, mas a segunda pra mim é um pouco perturbadora. A quantidade de oportunidades que o mundo tem a oferecer a qualquer pessoa é muito grande para que ela, por conta própria, aceite que só quer uma delas. A preparação para o tipo de carreira que você quer seguir com certeza precisa existir, mas ela tem que ter meios para criar “rotas alternativas” oriundas de oportunidades que não estavam inicialmente no horizonte.

E nesse ponto reside uma informação vital: a menos que você seja especialista em determinado assunto vale a pena testar cursos novos, leituras diferentes ou eventos que não estejam na sua “linha de formação”. São nesses locais que normalmente conseguimos ter uma visão ampliada do que está acontecendo ao nosso redor e de que maneira podemos ligar o conhecimento que temos com outras áreas.

Fiz recentemente uma MBA em Branding and Business que contava com profissionais de muitas áreas e isso fez toda a diferença. Cada um ali assimilou os conhecimentos de forma diferente, mas todos saíram mais capacitados para entender a dinâmica que o mundo dos negócios tem trazido para todas as empresas.

Desta forma, meu conselho é para que você continue se especializando naqueles assuntos que você gosta e tem mais afinidade, mas que também preste atenção em coisas novas, viaje o máximo que puder para vivenciar outras culturas e leia sobre assuntos diferentes do que está acostumado a ler.

Existe uma habilidade fundamental que será um grande diferencial daqui pra frente que é a habilidade de analisar, entender e conectar todos os assuntos pertinentes às empresas. Existe muito ruído e as organizações se perdem quando o assunto é “o que funciona” versus “o que não funciona”. Se você tiver olhos diferentes, oriundos de experiências diversas adquiridas ao longo do tempo, com certeza vai ser valorizado e conseguir se dar bem nessa realidade.

Receba Novidades por E-mail!

Inscreva-se e receba por e-mail novos conteúdos do Blog.

Quero me cadastrar na lista do Blog do Zanatta

Eu nunca vou repassar seu e-mail para outra pessoa. Você pode cancelar o envio a qualquer hora.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *